8 DE MARÇO: MULHERES SE DESTACAM EM ÁREAS TIPICAMENTE MASCULINAS NO AEROPORTO SALVADOR BAHIA

8 DE MARÇO: MULHERES SE DESTACAM EM ÁREAS TIPICAMENTE MASCULINAS NO AEROPORTO SALVADOR BAHIA

O Dia Internacional da Mulher, celebrado em 8 de março, representa uma data para homenagear a força feminina, mas também uma oportunidade para levantar a importância da igualdade de gênero em todos os ambientes. De acordo com dados do IBGE, nos últimos quatro anos, o número de mulheres em cargos gerenciais nas empresas caiu de quase 40% para 38%. A redução chama atenção para a necessidade de se buscar ações de equidade no ambiente corporativo.

No Aeroporto Salvador Bahia, integrante da rede VINCI Airports, elas já representam 49% da força de trabalho e 31% do quadro de lideranças (gerentes). A Concessionária que administra o Aeroporto vem buscando promover políticas internas de desenvolvimento e planos de sucessão inclusivos, além de ações de combate à discriminação.

Além disso, a participação feminina em áreas tipicamente masculinas dentro da comunidade aeroportuária também ganha destaque. A baiana Márcia Lopes é um exemplo. Gerente de Operações do Aeroporto Salvador Bahia, ela trabalha no local há quase 17 anos, já tendo desempenhado as funções de atendente do Balcão de Informações, administrativo do Centro de Controle de Operações, fiscal de pátio e coordenadora do Terminal de Passageiros.

Márcia praticamente nasceu no Aeroporto e segue os rumos do pai, que durante anos também trabalhou no terminal. Atualmente, à frente da Gerência de Operações, cuidando entre outras coisas de embarque e desembarque dos passageiros, pousos e decolagens, limpeza, etc, ela lidera uma área no Aeroporto que contraria as estatísticas e é formada em sua maioria por mulheres: de um total de 35 colaboradores, 18 são do sexo feminino.

Surpreendendo-se positivamente com a postura dos homens com quem lida diariamente no exercício de liderança de uma das principais atividades aeroportuárias, Márcia diz haver tranquilidade, respeito e admiração por parte deles. “Isso se dá, provavelmente, pelo fato de nós, mulheres, trazermos elementos que contribuem para a construção de um ambiente colaborativo, como visão sistêmica, comunicação clara e objetiva, empatia, olhar crítico e habilidade para tocar vários projetos simultaneamente”, opina.

Além de Márcia, outra mulher que se destaca no quadro gerencial do Aeroporto Salvador Bahia é a relações públicas Graziella Delicato, que trabalha há um ano como Gerente de Negócios Aéreos. Sua função é “vender” o Aeroporto da capital baiana e, consequentemente, o destino Bahia para as companhias aéreas, com foco em negociações para a captação de voos comerciais internacionais e domésticos. Para tanto, além da definição da estratégia de captação, do relacionamento com planejadores de malhas aéreas e com o trade turístico, ela representa o aeroporto nas feiras e eventos comerciais internacionais da aviação e turismo.

Em seu dia a dia, ela conta que lida com um ambiente predominantemente masculino - pois as companhias aéreas apresentam geralmente uma proporção de 30% de mulheres para 70% de homens, mas acrescenta que de modo algum isso a intimida ou assusta. “Geralmente, o pessoal de planejamento das empresas aéreas é oriundo das áreas técnicas, de engenharia etc, e essas são profissões tradicionalmente masculinas, o que gera um efeito em cadeia na aviação”, avalia Graziella. “Precisamos desconstruir esse padrão e ter mais mulheres interessadas nesse universo”, acrescenta.  

Sobre o Aeroporto Salvador Bahia

Localizado na capital baiana e primeira capital brasileira, o Aeroporto Salvador Bahia está na lista dos dez aeroportos mais movimentados do país. Durante o ano de 2018, mais de 8 milhões de passageiros viajaram pelo terminal para cerca de 30 destinos com ligação direta, entre domésticos e internacionais.

O Aeroporto Salvador Bahia foi integrado à rede VINCI Airports em 2 de janeiro de 2018, através de um Contrato de Concessão com duração até 2047. Visando oferecer uma melhor experiência aos seus passageiros e um melhor serviço às companhias aéreas, a VINCI Airports deu início a um ambicioso plano de investimentos para modernizar e ampliar o aeroporto. A primeira fase das obras, que inclui a construção de uma nova área de 20.000 m² e a remodelação do terminal existente, estará concluída em outubro de 2019. 

Sobre a VINCI Airports

A VINCI Airports, uma das cinco principais empresas globais do setor de aeroportos, gerencia o desenvolvimento e as operações de 46 aeroportos localizados na França, em Portugal (incluindo o hub de Lisboa), no Reino Unido, na Suécia, Sérvia, no Camboja, no Japão, nos Estados Unidos, na República Dominicana, na Costa Rica, no Chile e no Brasil. Com a presença de mais de 250 companhias aéreas, os aeroportos VINCI registraram um tráfego superior a 192,5 milhões de passageiros em 2018.

Por meio de sua expertise, a VINCI Airports desenvolve, financia, constrói e opera aeroportos, aproveitando seu know-how para otimizar a gestão e o desempenho das infraestruturas aeroportuárias existentes, extensões de instalações e novas construções. Mais informações estão disponíveis em www.vinci-airports.com ou www.salvador-airport.com.br