Sustentabilidade: tapumes reciclados dão vida à exposição de arte no Aeroporto de Salvador

Sustentabilidade: tapumes reciclados dão vida à exposição de arte no Aeroporto de Salvador

A junção da sustentabilidade com intervenção artística resultou no projeto ‘Arte no Ar’, que está em exposição no Aeroporto de Salvador. A iniciativa consiste na reutilização de tapumes da obra de ampliação e modernização do Aeroporto como suporte para pinturas e desenhos inspirados na Bahia. A curadoria do projeto é do artista plástico Elano Passos, que irá assinar as obras juntamente com os artistas convidados Ronald Lago e Alexandre Feliciano.

 

“A proposta do projeto é trazer arte, através da reciclagem dos tapumes, que seriam descartados para o aeroporto e assim, transformar esse espaço em uma grande galeria com obras inspiradas nos ícones turísticos da Bahia. Assim promovemos talentosos artistas e a identidade da Bahia ao mesmo tempo em que os objetos são ressignificados”, relata o diretor presidente do Aeroporto de Salvador, Julio Ribas.

 

A exposição trará para o Aeroporto mais de 30 obras na dimensão de 2,20m x 1,10m. As pinturas ficarão espalhadas por diversos ambientes, proporcionando uma pausa no olhar entre as chegadas e partidas. Os painéis serão reposicionados conforme as obras avançarem e novas áreas sejam isoladas para reforma.

 

Em sintonia com o futuro do planeta

 

O Aeroporto de Salvador tem a sustentabilidade como um dos pilares importantes para suas operações. Em janeiro deste ano, ele recebeu a certificação ACA (Airport Carbon Accreditation), concedida pela organização Airport Council International (ACI). O equipamento foi o primeiro das regiões Norte/Nordeste e o segundo do Brasil a obter a conquista, que outorga em quatro etapas os esforços de redução de gases de efeito estufa gerados pelos aeroportos.

 

Desde que o Aeroporto passou a integrar a rede VINCI Airports, em 2 de janeiro de 2018, já foram construídas uma Estação de Tratamento de Efluentes (ETE) e uma Central de Resíduos Sólidos. Outras iniciativas em andamento incluem a melhoria do sistema de climatização e instalação de sensores de presença nas escadas, elevadores e banheiros no terminal de passageiros, substituição para lâmpadas de LED, além de instalação de uma planta solar ainda este ano, com aproximadamente 30 mil metros quadrados de área interna e capacidade de até 5 MW, suficiente para fornecer energia elétrica para 100% do novo píer que será ampliado e modernizado.

 

Sobre a exposição

 

Na mostra “Arte no Ar”, a simplicidade e a pureza dos traços em preto e branco de Elano vão se misturar às cores das tintas de outros dois expoentes artistas plásticos baianos, Ronald Lago e Alexandre Feliciano. Sempre com temas referentes à cultura, arquitetura e belezas da Bahia, as obras vão “conversar” diretamente com os 25 mil turistas e baianos que circulam por dia pelo local. A intervenção artística também atende o propósito de trazer a identidade da Bahia  para o Aeroporto de Salvador.

 

“Nossa ideia é criar boa parte das peças ao vivo para que as pessoas participem do momento de criação, interajam com a inspiração dos artistas e se surpreendam com o resultado”, adianta Elano Passos. Com isso em mente, estão previstas ações para crianças de instituições filantrópicas e escolas públicas da região com os artistas envolvidos no projeto, além de momentos de interação com os turistas.

 

Sobre o Aeroporto de Salvador

 

Localizado na capital baiana e primeira capital brasileira, o Aeroporto de Salvador está na lista dos dez aeroportos mais movimentados do país. Durante o ano de 2018, mais de 8 milhões de passageiros viajaram pelo terminal para cerca de 30 destinos com ligação direta, entre domésticos e internacionais.

 

O Aeroporto de Salvador foi integrado à rede VINCI Airports em 2 de janeiro de 2018, através de um Contrato de Concessão com duração até 2047. Visando oferecer uma melhor experiência aos seus passageiros e um melhor serviço às companhias aéreas, a VINCI Airports deu início a um ambicioso plano de investimentos para modernizar e ampliar o aeroporto. A primeira fase das obras, que incluiu a construção de uma nova área construída de 20.000 m² e troca de mobiliário do terminal existente, estará concluída em outubro de 2019.

 

Sobre a VINCI Airports

 

A VINCI Airports, uma das cinco principais empresas globais do setor de aeroportos, gerencia o desenvolvimento e as operações de 44 aeroportos localizados na França, em Portugal (incluindo o hub de Lisboa), no Reino Unido, na Suécia, no Camboja, no Japão, nos Estados Unidos, na República Dominicana, na Costa Rica, no Chile e no Brasil. Com a presença de mais de 250 companhias aéreas, os aeroportos VINCI registraram um tráfego superior a 180 milhões de passageiros em 2017.

 

Por meio de sua expertise e do profissionalismo de seus 12 mil funcionários, a VINCI Airports desenvolve, financia, constrói e opera aeroportos, aproveitando seu know-how para otimizar a gestão e o desempenho das infraestruturas aeroportuárias existentes, extensões de instalações e novas construções.

 

Em 2017, seu faturamento anual para atividades de gerenciamento atingiu 3,2 bilhões de euros, com um valor consolidado de 1,4 bilhões de euros. Mais informações estão disponíveis em www.vinci-airports.com ou www.salvador-airport.com.br.