Aeroporto de Salvador inicia nova etapa de requalificação do sistema de refrigeração do terminal

Aeroporto de Salvador inicia nova etapa de requalificação do sistema de refrigeração do terminal

No próximo final de semana, o Aeroporto de Salvador avança ainda mais na requalificação do sistema de ar-condicionado do terminal de passageiros, com a retirada do antigo núcleo dos atenuadores de ruídos de dutos na área de pré-embarque e nos canais de inspeção, no 2º piso. 


A ação, que envolve a retirada de cerca de 900 quilos em equipamentos, deverá durar dois dias (07 e 08). Neste período, o ar-condicionado de parte da área precisará ser desligado. Por isso, serão instaladas unidades evaporativas, com o objetivo de diminuir eventuais desconfortos térmicos.


Iniciativa de médio prazo


Sendo feita por etapas, desde o início das obras de ampliação e modernização do aeroporto, em abril de 2018, a requalificação do sistema de refrigeração do terminal tem investimento de cerca de R$10 milhões de reais. Mais do que a substituição das antigas máquinas por equipamentos mais modernos e eficazes, foram trocados ainda 2km de tubulações, além de máquinas de insulamento de ar frio (fan-coils), a instalação de uma nova Central de Água Gelada (CAG) e obras de infraestrutura para acomodar os aparelhos.


Sobre o Salvador Bahia Airport


Localizado em Salvador, capital baiana e primeira capital brasileira, o Salvador Bahia Airport faz parte da rede VINCI Airports desde 2 de janeiro de 2018 através de um Contrato de Concessão com duração de 30 anos. Na lista dos dez aeroportos mais movimentados do País, ele conecta o estado da Bahia a 34 destinos, sendo 25 domésticos e 9 internacionais.


Desde o início da Concessão, o aeroporto tem incorporado padrões globais de operação, buscando entregar mais eficiência, segurança e uma melhor experiência de viagem para os seus passageiros. Grandes investimentos em um programa de modernização e ampliação levaram à extensão de 22.000 m² de área construída, ao acréscimo de seis novas pontes de embarque, à abertura de mais uma pista para aviação comercial e à instalação de um sistema de detecção e combate a incêndio. Além disso, o aeroporto se comprometeu a apoiar o desenvolvimento econômico do estado através do desenvolvimento de tráfego e iniciativas de estímulo ao turismo.


Reconhecido como um aeroporto verde pelo Conselho Internacional de Aeroportos, o Salvador Bahia Airport se destaca por suas conquistas no campo da sustentabilidade entre as quais zero descarte de efluentes, adoção de medidas visando eficiência energética, e a implementação de um programa efetivo de reciclagem. As iniciativas estão alinhadas com o compromisso da VINCI Airports em reduzir sua pegada de carbono. O Aeroporto também procura valorizar e promover as especificidades culturais e sociais da Bahia, um de seus grandes ativos.


Sobre a VINCI Airports


A VINCI Airports, como a maior operadora privada de aeroportos no mundo, administra o desenvolvimento e operação de 45 aeroportos localizados no Brasil, Camboja, Chile, Costa Rica, República Dominicana, França, Japão, Portugal, Sérvia Suécia, Reino Unido e Estados Unidos. Atendida por mais de 250 linhas aéreas, a rede VINCI Airports transportou mais de 255 milhões de passageiros em 2019.


Por meio de sua expertise como um integrador abrangente, a VINCI Airports desenvolve, financia, constrói e opera aeroportos, aproveitando sua capacidade de investimento e know-how para otimizar a gestão e o desempenho dos aeroportos e fazer ampliações e outras melhorias. Em 2019, sua receita anual para atividades geridas foi de 4,9 bilhões de euros e de 2,6 bilhões de euros para receita consolidada. Mais informações estão disponíveis em www.vinci-airports.com ou www.salvador-airport.com.br.