Salvador ganha primeiro voo regular de companhia low cost

Salvador ganha primeiro voo regular de companhia low cost

JETSMART anunciou três voos semanais para Santiago, no Chile


O anúncio de uma nova rota entre Salvador e Santiago, no Chile, pela JetSMART na manhã desta terça-feira (24) representou um marco importante para o Salvador Bahia Airport. As três partidas semanais são as primeiras operações regulares de uma companhia ultra low cost no aeroporto da capital baiana. 


Na alta temporada, aeronaves da companhia chilena partirão de Salvador às terças-feiras, sextas-feiras e domingos, sempre no início da tarde. Na baixa temporada, as partidas acontecem duas vezes por semana. O voo inaugural acontece no dia 27 de dezembro de 2019. As passagens estarão à venda no site da companhia a partir desta terça-feira (24).  


“Quero agradecer a JETSMART por ter escolhido Salvador como um dos seus destinos de conexão com o Chile. Tenho certeza que, devido ao grande potencial do destino Bahia, esta iniciativa será bem-sucedida”, disse Julio Ribas, diretor-presidente do Salvador Bahia Airport. O executivo ainda relembrou que a chegada da JETSMART e de tantas outras companhias de baixo custo é um sinal de confiança na recente mudança no marco regulatório da aviação pelo Governo Federal, que permitiu que companhias com 100% de capital estrangeiro operem no Brasil. 


Opção para as low cost


Durante o verão, os baianos contarão ainda com outra opção de voo partindo de Salvador em direção a Santiago. No mês de agosto, a Sky Airline, companhia aérea low cost chilena, iniciou as vendas de três partidas semanais entre 30 de dezembro e 02 de março.


O Salvador Bahia Airport está pronto para atender às necessidades das “low cost” e oferece o melhor perfil de demanda para companhias aéreas como a JETSMART e Sky Airline. “Através da busca constante por eficiência, como com a instalação de equipamentos de self – bag drop (despacho automático de bagagens), unificação dos embarques, uso de energias renováveis, nós temos um objetivo-chave em mente: ser o aeroporto mais eficiente em custos para as companhias aéreas clientes”, disse Marc Gordien, diretor comercial do Salvador Bahia Airport. 


Para o diretor-presidente do Salvador Bahia Airport, Julio Ribas, as companhias “low cost” têm potencial de aumentar muito a sua presença no Brasil, inclusive operando voos domésticos. “Por isso, é muito importante que o Congresso tome uma decisão quanto ao veto à obrigatoriedade do despacho gratuito de bagagens. Tenho certeza que os parlamentares baianos votarão a favor desta medida, já que percebem a sua importância para as companhias de baixo custo. Sua expansão permitiria o aumento da conectividade do estado da Bahia e a redução do preço das passagens aéreas”, finalizou.


Voos internacionais


Desde que a VINCI Airports assumiu a gestão do Salvador Bahia Airport, em janeiro de 2018, diversos destinos internacionais passaram a ter conexão direta com a capital Baiana: Miami, Cidade do Panamá e Ilha do Sal são alguns exemplos. O resultado destes esforços é notado através de um expressivo aumento de 25,4% no fluxo de passageiros internacionais no aeroporto no primeiro semestre de 2019. 


Sobre o Salvador Bahia Airport


Localizado na capital baiana e primeira capital brasileira, o Salvador Bahia Airport está na lista dos dez aeroportos mais movimentados do país. Durante o ano de 2018, mais de 8 milhões de passageiros viajaram pelo terminal para cerca de 30 destinos com ligação direta, entre domésticos e internacionais.

O Salvador Bahia Airport foi integrado à rede VINCI Airports em 2 de janeiro de 2018, através de um Contrato de Concessão com duração até 2047. Visando oferecer uma melhor experiência aos seus passageiros e um melhor serviço às companhias aéreas, a VINCI Airports deu início a um ambicioso plano de investimentos para modernizar e ampliar o aeroporto. A primeira fase das obras, que inclui a construção de uma nova área de 22.000 m² e a remodelação do terminal existente, estará concluída em outubro de 2019.


Sobre a VINCI Airports


A VINCI Airports, como a maior operadora privada de aeroportos no mundo, gerencia o desenvolvimento e as operações de 46 aeroportos localizados na França, em Portugal, no Reino Unido, na Suécia, Sérvia, no Camboja, no Japão, nos Estados Unidos, na República Dominicana, na Costa Rica, no Chile e no Brasil. Atendida por cerca de 250 companhias aéreas, a rede VINCI Airports transportou 240 milhões de passageiros em 2018.


Por meio de sua expertise como um integrador abrangente, a VINCI Airports desenvolve, financia, constrói e opera aeroportos, aproveitando sua capacidade de investimento, network internacional e know-how para otimizar a gestão e o desempenho das infraestruturas aeroportuárias existentes, suas extensões e projetos de novas construções. Em 2018, sua receita anual para atividades geridas foi de 3,6 bilhões de euros e de 1,6 bilhão de euros para receita consolidada. Mais informações estão disponíveis em www.vinci-airports.com ou www.salvador-airport.com.br.